O que é?

A gastronomia é uma arte, uma ciência apaixonante e interdisciplinar. Em uma conversa com os jovens do Centro Comunitário de Trabalho Paraisópolis (CCT), manifestou-se um desejo de entender e vivenciar experiências na área gastronômica e a partir daí, foi desenhado um projeto. O piloto e visa abrir novas possibilidades de trabalho na área da gastronomia para jovens entre 16 e 18 anos estudantes de escola pública que estão no contra turno das aulas no CCT

Como?

Serão 2 encontros preparatórios, 12 encontros teóricos e práticos, além de uma competição onde os jovens poderiam colocar em prática, de forma mais realista, a vida de um chefe aprendiz. O júri desta competição é composto por donos de estabelecimentos ligados a alimentação (como pizzarias, restaurantes, confeitarias e restaurantes), potenciais contratantes dos jovens participantes. Além disso, um acompanhamento audiovisual ocorrerá e os vídeos e fotos serão disponibilizados em um blog permitindo maior visibilidade do projeto e tornando o projeto ainda mais divertido.

 Os encontros práticos estarão divididos em temas denominados: fundamentos, vegetariano, pães e massas, carnes, peixes e confeitaria. Os jovens estarão alocados em 4 equipes de trabalho que terão, rotativamente, funções prioritárias na cozinha em cada encontro. Estes grupos de tarefas são:

  • Prático: ajudar o chefe de cozinha no preparo do prato

  • Louça: lavar a louça que for usada no dia

  • Ambiente: deixar o ambiente em ordem

  • Praça: limpar a praça/mesa de preparo

 A parte teórica será voltada a temas como alimentação saudável, sustentabilidade, reciclagem na cozinha, pirâmide alimentar e sua relação com a confecção de um bom menu, higiene e contaminação cruzada, formas de cocção, além de vídeos e documentários sobre alimentação.

O que esperamos?

Ao longo do processo, o projeto será divulgado em escolas, doceiras, restaurantes, padarias, lanchonetes e rotisserie de modo a criar uma demanda para a oferta de mão de obra capacitada pelo projeto. Além disso, conseguimos uma parceria com o Senac que possibilitará o estudo em um curso técnico de um ano para três jovens que se destacarem.

 No concurso final, quando o projeto será finalizado com um jantar elaborado pelos jovens, os parceiros potenciais serão convidados para atuarem como jurados e poderão verificar a habilidade dos participantes.

Após a conclusão do projeto, espera-se que os jovens consigam enxergar mais possibilidades em relação a seu futuro e entendam questões de sustentabilidade e alimentação saudável, além de estarem capacitados a atuar com técnicas básicas da gastronomia.

A parte audiovisual será disponibilizada  online no blog do projeto e um vídeo de todo o projeto será disponibilizado de modo que todos os interessados possam conhecer a experiência.

 Vamos contar também com três vagas em um curso técnico na área de gastronomia do Senac, pra três jovens que se destacarem ao longo do processo.

Follow up?

Serão realizadas avaliação no projeto ex ante, de implementação e ex post com pesquisas de conhecimento com os alunos e, além disso, é proposto realizar reuniões mensais com a equipe educativa para tratar de aspetos qualitativos e quantitativos do dia a dia no projeto e criar um ambiente de compartilhamento de experiências, relatos e ajustes de modo a construir um ambiente profissional alinhado e integrado por parte dos stakeholders.

 Além do follow up comparativo entre os períodos, relatórios semanais serão elaborados e publicados em um blog de modo que o projeto possa ser acompanhado publicamente.

 Depois de três meses da finalização do projeto será feito mais um follow up para avaliar se houve, de fato, a inserção dos jovens no mercado de trabalho.Os indicadores desenvolvidos estarão disponíveis no site do projeto.

Síntese

Coloque um pouco de conversa, uma lata de criatividade, dois kg de “aprender fazendo”, duas colheres de sopa de interesse (já misturado a entusiasmo) e uma pitada de paixão e você terá o projeto piloto Chefe Aprendiz Paraisópolis em suas mãos!